Blog

Gestão

5 dicas para aumentar a produtividade de sua clínica veterinária

Como anda a produtividade de sua clínica veterinária? Provavelmente você está coçando a cabeça… Pergunta difícil não é verdade? Se você acompanha a sua clínica de perto, você já sabe a resposta. E se você não acompanha, sem dúvida precisa acompanhar. Esse artigo vai lhe ajudar em ambos os casos.

Sempre é possível melhorar a produtividade. Mas raramente pensamos nesse assunto da forma correta. E a forma mais correta normalmente também é a mais prática. Por esse motivo listei aqui 5 passos ou dicas para você avançar nesse item.

Receba dicas GRATUITAS sobre gestão para pet shops e clínicas veterinárias!

#1 Crie processos simples e fáceis de serem executados

Vamos começar com um exemplo: como é o processo de atendimento de um novo cliente? Todos na sua equipe têm pleno conhecimento? É muito importante que os processos sejam claros e bem definidos. E na medida do possível, eles também devem ser simples. O fato de ter que lidar diariamente com processos muito complexos (e que nunca são cumpridos) pode fazer com que sua equipe se acostume em fazê-los sempre pela metade.

#2 Defina as atribuições dos membros de sua equipe

Cada pessoa que faz parte de sua equipe deve saber exatamente quais são as suas atribuições no dia-a-dia da clínica. Isso vai gerar mais tranquilidade e satisfação no ambiente de sua empresa. Quando cada um sabe exatamente quais são suas responsabilidades, as pessoas podem se concentrar em suas atribuições e o trabalho flui normalmente. Ninguém gosta de estar sempre correndo o risco de ser repreendido por um motivo inesperado.

#3 Crie indicadores de acompanhamento

Parece complicado, mas pode ser bem fácil. Como disse acima, basta ser prático e pragmático. Comece pelos indicadores que você já pode acompanhar atualmente. Faturamento mensal e quantidade de atendimentos são bons exemplos. Mas é preciso descer mais no detalhe. Por exemplo, número de novos clientes, faturamento por área da clínica, procedimentos mais lucrativos, etc. Coloque no papel o que você já tem em sua cabeça.

#4 Defina metas

Agora os indicadores vão fazer sentido. Defina metas baseadas em seus indicadores. Se o indicador é o número de novos clientes, qual é a sua meta? Crescer a base em 5% por mês? Muitas vezes você só poderá definir uma meta depois de saber qual a sua real situação. Acompanhe os indicadores por alguns meses e depois que tiver uma base de como eles se comportam, defina as suas metas.

#5 Acompanhe e divulgue os indicadores

Você deve ser transparente nesse sentido. Divulgue para sua equipe os indicadores que dizem respeito a ela e compartilhe o sucesso com todos. É importante que os colaboradores de uma clínica veterinária trabalhem como uma verdadeira equipe. Se a clínica atinge uma meta, todos são responsáveis. Da mesma forma, se a meta não foi cumprida, todos falharam.

Uma clínica veterinária não é um windsurf, onde a mesma pessoa é o capitão, tripulação e passageiro. Pense em sua clínica como um barco onde você é o capitão, mas que possui uma tripulação (seus colaboradores) e diversos passageiros (seus clientes). E se estão todos navegando para uma mesma direção, nada melhor que alinhar os objetivos correto?


Manter os agendamentos organizados e os dados de seus clientes sempre à mão faz toda a diferença:

SimplesVet conhece a sua realidade e possui um sistema de gerenciamento de sua agenda que vai te deixar tranquilo.

Esperimente grátis

Você pode gostar desses aqui:

Simplesvet é um sistema veterinário online para clínicas e petshops que tem a missão de simplificar a gestão pet.